quarta-feira, 16 de novembro de 2005

O TEMPLO E O LABIRINTO


Cathedral of Illusion - Jonathon Earl Bowser

O templo do meu pedaço do mundo sou eu mesma.
Ao entrar no profundo das cavernas, me petrifico!
Sinto-me lenta como a lesma.
Pressinto entrar no meu próprio labirinto.
Vasculho as câmaras escuras e iluminadas,
Fazem parte de mim o limo mofado e as flores perfumadas.
O mistério é em fim desvelado,
Em parte, nem todo é encontrado.

Voz sufocada pelo tempo, peso e tormento.
Quero ver o canto escondido,
Onde lá ainda abrigo aquele grito espremido.
O monstro atroz da mentira me sufoca,
Corro e me escondo no escuro de minha toca.
Tento correr livre pelo templo do meu ser,
E observo as colunas a esmaecerem.
Ilusão óptica e sonora.
Mentira dos sentidos, tão certos outrora.
Há teias de aranha e poeira,
Mas há uma tocha que se toco me incendeia.
Sinto o frio e calafrio do que parecia cripta,
Mas o monstro espreita, lá ele ainda habita.
Me coço, choro e rio.
É tudo um sinal de quem vem o arrepio.
Tusso, gaguejo, não tenho certeza.
Conto todas as contas dos momentos em que desfiei a pureza,
Como ladainha, como espinha na garganta.
A voz sufocada... O canto que cantado espanta.
Sofro o azedo, o cheiro de podre,
Que corroi as paredes dos tempos esquecidos... Até hoje.
E acabo me percebendo sentinela
Das dores que não deixo saírem pela goela.
A culpa me açoita, me persegue!
E a mesma música, a mesma canção dilacerada.
Não há refrão, começo ou fim. Não há nada!
São notas de Dó... De mim mesma.
Notas de Ré... Não há futuro!
Notas de Mi... Só eu sofro.
Notas de Fá... Fazer o que?
Notas de Sol... Que não vejo.
Notas de Lá... Lá aonde?
Notas de Si... Incerteza...
... Se eu pudesse, se eu fizesse, se eu sentisse com clareza,
Talvez eu FOSSE com certeza.
Há um abrigo no fundo do poço,
Por isso não há forças. Não posso!
Ignoro a certeza do agir,
A mim mesma eu permito reprimir.
Os olhos circundam o meu espaço,
Vêem e choram o meu pescoço no laço.
Os olhares me faíscam verdades,
Me torturam com o saber de suas frases.
Eles me afogam som sua pena,
Lágrimas de agressividade serena.
As bocas me mutilam com a ignorância,
Mas a minha a sabedoria não alcança.
Os dentes dilaceram a carne dos meus sentimentos,
Ignoram e destroem o saber de meus pensamentos.
Sou capaz! Muito capaz de não fazer nada.
Minha sina... Maldita sina!... De não prestar para nada.
Me disperso no tudo, para ser alguma coisa,
E COISA me torno... Estou fadada.
O cansaço da luta me derruba.
Me torno metamorfose que não muda.
A rotina me crava com suas unhas a dentro,
O veneno da massa coisificada.
Se apossa da angústia e do tormento,
E me usa em seu plano de mal amada.
Quer ser livre e doer em quem puder,
Escravizar o meu coração de MULHER.
Sou oposta no SER à tudo isso,
Pois me alegro em aceitar o compromisso,
De lutar e ser feliz AGORA.
Desta vida não saio sem ver minha aurora.
Sou senhora de mim! Sou força e coragem!
No buraco eu estava só de passagem.
O abrigo se encontra em meu coração,
E me obrigo então a dizer..NÃO!
Não estou aqui para definhar
Como flor colhida sem objetivo.
Vou fincar as raízes e brotar,
Tranpor-me a semente e ser destino.
Sou em mim o próprio caminho.
Posso ser pétala ou espinho.
Escolho ser árvore de sabedoria,
De amor, de paz e harmonia.
Os meus frutos saciam minha mente,
Minhas flores alegram o coração,
Minhas raizes aguentam as tempestades,
Minhas folhas em sacrifício se vão.
Sou eterna! Não tenho idade.
Sou livre! E sigo a eternidade.
Sou parte do mundo e da humanidade.
O universo me acolhe em seu ato
De criar o concreto e o abstrato.
E vejo agora... Sou criação!
O que me torna em tudo... Perfeição!
E sinto agora, sou criadora,
E de minha vida serei a própria gestora.
O meu templo interno será tão FORTE.
O sucesso é inevitável como a morte.
O labirinto desfaz-se em conjuração...
Só me basta seguir o CORAÇÃO.


Isabel Batista

11 comentários:

Édo disse...

Isa seu blog ta ficando bonito de verdade. :)
E Essa poesia é ótima, gostei muito.

Isabel Batista disse...

Oi Edo!
Meu amado amigo, estamos evoluindoooo heim!!! Pois de certa maneira, você está falando em público.
Que honra e bela surpresa você me fez com seu comentário aqui.

Obrigada... e um lírico beijão pra você. ;)

andré disse...

Isa =),acabei de perceber que sou feliz!!!
Sou extremamente feliz por ter vc em minha vida........Por vc demonstrar toda esta amizade de forma tão simples,carinhosa e verdadeira....Por vc sempre me arrancar um sorriso dos lábios quando tenho vontade de chorar....Por vc participar da minha vida e meus projetos,me apoiando sempre...Enfim,por vc demonstrar todo este carinho que sente por mim.
Sou extremamente feliz porque tenho vc como amigo!!!
Conte sempre comigo........Te ADORO
Mil beijosssss da /\.N.d.r.é

Isabel Batista disse...

Woooow!!! Estou emocionada =`].
Você também é especial para mim, e foi muito bom ter podido participar de alguns momentos de sua vida, e muito mais
ainda se te pude ser útil de alguma forma. Você também me deu apoio, eu só retribuí.
Beijos mil. =*

william disse...

Isa vc tah de parabens viu fofa suas poesias sao lindas .... c eu fosse vc tbm escreveria musicas ... quem sabe nao da certo tbm neh ... bjos t+ Fofa

Marcos Vinícius disse...

isaaaaaaaaaaaaaaaaa nem preciso falar q te adoro né ? acho q vc já deve ter percebido.... =)

bem.... achei mto lindas suas poesias....você realmente tem talento .... bjos linda... te adoro !

nill disse...

oie muito legal seu blog gostei muito é diguino da minha mamae bjao ta xau te amo muito

MarcusMV disse...

To sem nada pra falar apenas que esta D+ ^^
------\\\\|/-------
------( @@)------- Vim dar uma visitada, e achei.....
---ooO--(_)--Ooo--
0000000000000000000000000000000000000000000000000000
00________________00000000000000________000000000000
000________________0000000000000________000000000000
0000____000000______000000000000________000000000000
0000____00000000____000000000000________000000000000
0000____00000000____0000________00000000________0000
0000____00000000____0000________ 00000000_______0000
0000____00000000____000000000000________000000000000
0000____00000000____000000000000________000000000000
0000____000000______000000000000________000000000000
000________________0000000000000________000000000000
00________________00000000000000________000000000000
0000000000000000000000000000000000000000000000000000

MarcusMV disse...

_____________***__*_****
____________**__**_____*
___________***_*__*_____*
__________****_____**___******
_________*****______**_*______**
________*****_______**________*_**
________*****_______*_______*
________******_____*_______*
_________******____*______*
__________********_______*
__***_________**______ **
*******__________**
_*******_________*
__******_________*_*
___***___*_______**
___________*_____*__*
_______****_*___*
_____******__*_**
____*******___**
____*****______*
____**_________*
_____*_________*
_____________*_*
______________**
______________*
Oiiiee!!!
Vim aqui lhe trazer esta flor!!
e dizer que adorei seu flog!!
tah bem legal!!!

xXC@RL@OXx disse...

oieee vi seu endereco no seu msn naum aguentei e vim ver adorei seu blog da hora mesmo
adoro poesia mas odeio escrevelas entao so gosto de ler e mais facil
mas vc ta de parabens
bjs t+
xXC@RL@OXx

marcosviniciusLOL disse...

olha eu de novo ^^

como sempre oro por vc.. nao esqueci viu ? !!

te adoro !


Ass : LOL