domingo, 29 de janeiro de 2006

Contrapontos do Amor Humano


O amor contesta o tempo.

Coração, mente,

Emoção, pensamento.


É selvagem, domina,

Insolente ele invade.

É suave!

Como a semente que nasce.


É azul, verde, vermelho.

É colorido, é cristalino,

É um espelho.


É maldito e sublime.

Acorda a consciência.

Entorpece o bom senso.

É leve mesmo que tenso... Intenso.


Aflora a confiança e o ciúme.

Da luz, a cor.

Nas trevas, o lume.


Adoça a boca,

Deixa a voz rouca.

Provoca a sensação com o mínimo pensamento,

Com todo o sentimento.


É mesquinho, egoísta,

Mas de todo se compartilha.

É operário, é artista,

Cria e realiza.


É cio e instinto da alma.

É sentimento e sublimação do corpo.

É sagrado! É profano!

Alimenta e sacia... De humanos desejos.

Da divindade, um lampejo.


Nos liberta e realiza,

Nos aprisiona em labirintos

Da morte, a esperança,

Da vida, pura beleza.


Nos faz ouvir sinos,

Guitarras, baterias,

Harpas, violinos.


É duradouro e brilhante como as estrelas,

Efêmero e belo como as flores,

É eterno e infinito no momento

No sonho de quem se permite.

Na realidade de quem vive sem limites.

De quem ama sem fronteiras.

De quem quer ser feliz no Agora,

Mesmo que tema aquela lágrima que pela face, um dia, rola.


Antes a ilusão e a dor de perder e sofrer

Que a apatia do “não viver”.


O amor é sábio e primitivo,

É dos seres a expressão mais sensível.

É mais que tudo isto...

Indecifrável!

Incompreensível!

É totalmente inexplicável.


E o que mais dizer, se não... Waaaaaaaaaaa!!!


Isabel Batista

3 comentários:

Zepon disse...

waaaaaaaa
fui eu q ensinei
^^
olha
sem palavras
:P
bjus Bel
vc eh um amor de pessoa
um docinho
=****

Fernando disse...

Oi amor da minha vida!!!
Saudades...heheh
Blog ta maravilhoso viu li o Contraposto do amor humano, adorei Bel!!!
Bom so passei pra deixar aquele bjao pra vc que eu gosto muito!!!
Imagina ai como de um jogo on line iria surgir uma amizades dessa heim...hehehe
Ti amor Bel...ate mais
Mil bjos pra vc

bruno's historys disse...

Bel ou seja quem for...
Adorei o poema Contraposto do Amor,
Vc tem talento.
Tambem gosto de poesias...
Me fizeste lembrar de Alvarez de Azevedo..
Fique na paz, e que deus abençoe sua mente para que possa escrever mais palavras tao belas e que faz tão bem para a alma...

Mais uma vez Adorei..

bye...