domingo, 30 de abril de 2006

Expurgando



Neste momento se fosse escolher uma faculdade, seria aquela que me ensinasse a compreender o ser humano e suas contradições. Talvez isto não se ensine em faculdade, talvez seja um dom, mas então estou perdida se só houver estas duas opções.
Será que há uma fórmula, uma maneira que pudéssemos compreender o próximo?

Eu venho tentado isto fazer e às vezes me sinto incapaz e inútil e lidar com estas frustrações não é nada fácil. Posso falar que muitas vezes a dor é física.

Vou falar de coisas que detesto na humanidade...

Neste momento detesto a incapacidade e a má vontade de compreender o outro. Talvez me inclua neste sentimento, sou transmissora e receptadora... Eu mereço!
Neste momento eu queria saber por que há pessoas que te falam... "Olha eu sou seu amigo e quero tentar te compreender, conte comigo sempre... ;)". E no momento seguinte... "Olha me desculpe. Tchau!".

Se eu não deixasse as portas abertas, se eu fugisse também, acho que até seria justo agir assim. Mas não ajo assim. Se falo... "Meu amigo neste momento prefiro mudar de assunto pois estou tentando me superar". Espero que o amigo me compreenda e não me abandone, por que preciso dele sim, mas pra me ajudar no que preciso em um momento de fraqueza e não no que ele quer acima de tudo.

Mas o que esperamos dos outros é o pior que podemos fazer. Erro fatal! Damos como se diz... "com os burros n'água". E além de ter que superar nosso próprio ego temos que ainda tentar compreender o do outro... "Minha nada mole vida!"

Não me leve a mal quem não entender do que falo, falo por que preciso, porque não tive a chance de falar com quem eu queria que compreendesse. Foi me negada esta chance de me fazer entender, mas como eu digo... Tudo Bem!!! Talvez seja assim que o destino escolheu pra minha aprendizagem... Nem dom, nem faculdade, mas em tom de dificuldade, (desculpe o trocadilho infame).

Mas àqueles que compreenderem ... Um Viva!!!!!!!!!!!! Você é uma pessoa que tem um dom. Parabéns!!!

Não tô com TPM não! Só estou colocando pra fora, expurgando pra que não crie raízes, certas coisas insistentes e negativas que assombram minha mente e meu coração... Xôooooooo Fantasmaaaaasss! Mas que nunca vão me impedir de ser feliz sempre.

E para os amigos (os que considero e os que me consideram como tal) saibam que nunca vou desistir de tentar compreendê-los e de tentar também o trabalho duplo de me fazer entender. Mas paciência as vezes nem um nem outro dá certo. Mas peço em nome da amizade... Tente você também!

Isabel Batista

Um comentário:

EdsoN disse...

Nossa, essa mina miguxa linda eh mto perfect pra fazer poema =O~~
fiko de cara com ela ...
cada coisa que jah lí mesmo...
xD

Bjux linda
;***