domingo, 7 de maio de 2006

Inocência


Quem sabe como se deveria amar?
Existe receita pra tal atitude?
Acho que não existe realmente um "como", mas com certeza ele se faz presente não apenas em pensamentos, em palavras, mas em atitudes.
Me diga o que você sente quando vê algo que lhe agrada aos olhos e a alma, algo que lhe inspira um bom momento... talvez olhar as flores em um campo, ou um arco-íris, uma criança descobrindo coisas ou brincando. Coisas e pessoas que não tenham em sua mente uma ligação direta com você.
Você olha e admira e uma boa sensação o toma, acho que esta sensação é o amor incondicional. Estas imagens te alcançam o coração sem barreiras, sem impedimentos e te fazem bem.
Mas e se de repente vem uma brisa e carrega até você o pólen destas flores e você começa a espirrar, descobrindo que é alérgico a elas, se o arco-íris some e começa a chover e relampejar, se a bela e inocente criança te atirar um brinquedo e falar ... "eu não gosto de você".

Normalmente ficamos um tanto chateados ou tristes ou frustrados.
E o encanto se rompe.
Por que o amor que sentimos pelas coisas e pessoas fica sempre condicionado a como elas podem nos afetar ou como afetam?
O sentimento existe por que não o expressamos mais em prol de outros sentimentos como a frustração, a tristeza e a raiva?
O amor merece menos força de expressão que os sentimentos negativos?
Seria isto é nossa auto-defesa? Mas em si a força do amor não é uma defesa contra o mal, seja ele qual for, muito maior?
Apesar de questionar não tenho as respostas, as sinto, mas não consigo ainda, com minhas limitações, por em palavras. Não alcancei as soluções pra poder pô-las em pratica em minha própria vida. Sofro as consequências de deixar o amor ainda esmorecer em mim e deixar outros sentimentos menos importantes tomarem conta do meu coração, de minha alma, e por fim de minhas atitudes.
Talvez a resposta esteja em resgatarmos a inocência.

Isabel Batista

2 comentários:

Nill disse...

oi so pasei aki pra fala q o o bagulho ta muito massa..

Nill disse...

"aparencia"

Nao acredite noque voce ve, e muito menos noque te dizem, mas tenha fé noque voce senti, e noque alguma alma perdida sente por voce, nao ame quem te mostra amor, ame quem te de amor, nao procure quem esta sempre com voce mas sim quem gostaria de estar com voce pra sempre, nao vejo com os olhos da carne a materia insolita da via material, mas acredite que o amor e a vontade de posse do ser humano o torna capaz de tudo pra ter oque voce menos considera importante, carinho"
ASS:NILL